20 fevereiro 2009

Cores de Frida kahlo





Imagens:JuBella

Frida Kahlo

"Pinto Auto-Retratos porque sou a pessoa que eu conheço melhor"

   De 1926 até sua morte, a pintora mexicana Frida Kahlo criava de forma surpreendente, muitas vezes chocantes, através de imagens que refletiam sua turbulenta vida. Kahlo nasceu no subúrbio de Coyoacán no México, fruto da união de um Húngaro judeu com uma espanhola descendente de índios mexicanos.

   Aos 15 anos, Frida Kahlo teve poliomielite e sobreviveu, após tratamento durante 3 anos. Depois disso, ela sofreu um grave acidente de ônibus, passando 1 ano de sua vida de cama se recuperando das fraturas que sofreu nas costas, coluna e costelas, bem como a quebra da pélvis e ombros e lesões nos pés. Passadas mais de 30 operações, viveu o resto de sua vida com dores. 

   Aos 21 anos, Frida se apaixonou pelo Mexicano Diego Rivera, o qual a aproximou de sua própria arte e política. Esse relacionamento sobreviveu a infidelidades, pressões da carreira de Rivera, um divórcio e uma reconciliação, além dos problemas de saúde de Kahlo. O casal viajou para os EUA e França. Frida Kahlo teve sua primeira exibição solo no Juliien Levy Gallery em Nova York, em 1938. Kahlo gozou de considerável sucesso durante a década de 40, mas sua reputação cresceu realmente, no início da década de 80 com a publicação de inúmeros livros sobre sua luta em prol da Arte e história feminina entre outras coisas. Mas, tornou-se verdadeiramente uma personagem da cultura após o lançamento do filme inspirado em Frida Kahlo.Sua casa que aparece nas primeiras fotos hoje se tornou um museu.
O qual eu recomendo para esse feriado prolongado,um filme forte e uma vida intensa.
Para quem ainda não conhece seu trabalho dá uma olhadinha aqui.

Imagens do filme
- Clique nas imagens para vê-las ampliadas em uma nova janela. 

 
 



*Espero que todos tenham um excelente feriado .
Bjs

4 comentários:

Tânia Silvia disse...

oi Edna..
assisti um documentário sobre ela, o filme e pesquisei sobre ela, devido a sua vida cheia de lutas , confesso que sua obra não me agrada muito,mas a beleza é muito particular...como ela se expressou muito nas telas ( a sua dor fisica e mental) me deixava deprimida...mas como artista e pessoa ela´foi e é um espetaculo...
bjs e um ótimo Carnaval
não vai rasgar a fantasia heim amiga...rsrsrs

Andréa Lopes disse...

Oi Edna!
Como o meu feriado vai ser de puro relax,essa é uma boa opção,estou indo agora na locadora.
Desejo que tenhas um feriadão de paz e alegria.
Abç!!!

Chris disse...

Eu ja vi os trabalhos dele e uma coisa aqui outra ali, mas nunca li a respeito. Nao sabia que ela sofreu tanto, por isso que a postura dela para sentar e toda retinha e com a perna mais aberta. E uma marca restrada, mas deve ser por conta das dores. Agora vou ate procurar mais... o filme, livro...

Bjks

Faby disse...

Adoro a Frida, suas cores, sua coragem e determinação!
e adorei o post também!!!